Don't Worry Be Happy!!!

Yoga, Espiritualidade e Vegetarianismo (parte I)

ENTREVISTA – Orlando Alves

 

– Você considera o vegetarianismo

importante para a prática de yoga?

Em caso afirmativo, por que?

 

Sim, primeiro por que desde tempos antigos na

Índia já se pratica o vegetarianismo que é conhecido

desde tempos imemoriais na língua do Sanskrito como

“Shakahara” que foi um princípio da saúde e da ética

ambiental em toda a Índia.

Esse principio é descritos em diferentes escrituras que

classificam a pureza da mente através do alimento.

Existe na Índia, três classificações de alimentos para

quem faz Yoga; o alimento sattvico (puro), o

alimento rajásico (estimulantes artificiais) e o

alimento tamásico (que deixa a pessoa com prequiça e

inerte).

Os alimentos não só produzem bem estar como para o

Yoga são necessários a desintoxicação natural, a

produção de raciocínio, a velocidade de pensamento,

gera a necessidade de dormir menos, ter mais

disposição, bom humor.

 

– Há indicações na tradição do Yoga que

recomendam o vegetarianismo?

 

No Hinduismo existe uma principio chamado em

sanskrito de “Sanatana Dharma” que quer dizer “Lei

eterna” “Lei Divina” ou seja, o que é descrito para o

bem estar com Deus, por exemplo: uma dessas

premissas é prescrita como “Ahimsa” quer dizer; não

violência.

Isso já é entendido desde tempos imemoriais o não

mau-trato com os animais e nem com os seres

viventes. Nunca uma linha espiritual se deu tanto ao

luxo de se manter vegetariana em prol de sua base

espiritual como Índia por milênios!

 

Vegetarianismo e Jainismo

 

Um dos Santos mais famosos lideres espirituais da

Índia, Fundador do Jainismo, chamado Mahavira (599-

527 BC) que foi um grande asceta e ficou muito

famoso ao adotar como premissa principal o

vegetarianismo que é seguido até hoje.

 

Vegetarianismo e Buddhismo

 

Buddha (563-483 BC) foi outro grande líder espíritual

da Índia que teve como título Siddhartha Gautama “o

nobre instrutor” e usou como princípio o

vegetarianismo.

“Como pode ó “bhikshu”,quem quer que seja, ajudar

os outros, se ele próprio vive de carne de outros seres

viventes?” (Surangama)

A comida com carne extingue a visão da grande

Compaixão(Mahaparinirvana)

A piedade quando existente em todas as criaturas

viventes é chamado de “Sagrado”. –(Dhammapada).

 

Vegetarianismo e Índia

 

"Você não usa o seu corpo que é dado por Deus para

matar criaturas viventes, isso não é um ato humano

mas,de um animal ou outra coisa qualquer."

(Yajur Veda, 12.32)

"Por não matar nenhum ser vivente, isso torna-se o

ponto de sua salvação." (Manusmriti, 6.60)

 

"O comprador de carne comete “himsa” (violência)

para a sua saúde; o que come carne o faz para o seu

próprio prazer; o “matador” comete ahimsa (violência)

e remorso na morte do animal.

Existem três formas de matança segundo essa

escritura;

1) O que traz a carne ou envia para outra pessoa.

2) O que corta as partes de um animal.

3) O que compra, vende ou cozinha a carne e

come. Todas essas pessoas são consideradas

comedores de carne”.

(O principal Épico da Índia – Mahabharata, Anu.

115:40)

 

Vegetarianismo e o Bhagavad Gita.

 

“Se alguém Me oferecer, com amor e devoção, folhas,

flores frutas ou água Eu, as aceitarei”.

(Bhagavad Gita 9. 26)

O Senhor Mohandas K. Gandhi (1869-1948) da Índia

foi um grande defensor do vegetarianismo.

Em 20 de Novembro de 1931 Gandhi discutiu a base

moral do vegetarianismo em encontro social

organizado pela sociedade vegetariana de Londres

(London Vegetarian Society).

 

Como Mestre, você incentiva os alunos

a adotarem o vegetarianismo como

sistema alimentar?

 

Sim, não por determinação ou dogma, é por que

pelo vegetarianismo que se tem início o

desenvolvimento da ciência do Yoga que é diferente da

prática de Yoga. No estudo de Yoga como temos é

exigido um grande empenho do aluno, tive pessoas

que ao assistir aulas sendo desatentas com a

alimentação e até carnívoras, não tinham a mínima

atenção com o assunto e nem com a postura na sala

de aula. Os vegetarianos que tem atenção com sua

alimentação também tem atenção mental e com os

seus atos e costumes, comer é um ato de atenção com

o Ser.

 

– Que benefícios você acredita que o

vegetarianismo traz para o praticante de

Yoga?

 

Por várias razões: Razão de saúde:

Hoje em dia, grande parte das pessoas já sabem por

estudos médicos já comprovados que uma dieta

vegetariana é mais fácil de digerir e proporciona uma

grande variedade de nutrientes e impõe menos cargas

de impurezas no corpo.

Os vegetarianos são menos suscetíveis as

enfermidades que afligem a humanidade

contemporânea e por esta razão vivem mais tempo e

são mais saudáveis e ainda tem uma vida produtiva. O

vegetarianos tem menos problemas físicos, visitam

menos o médico e etc.

Na índia os Yogins que são vegetarianos vivem mais

de 100 (cem) anos de idade e sem doenças.

 

– Na sua opinião, qual a relação entre Yoga e

vegetarianismo?

 

O habito de vegetarianismo é parte do Yoga. Isso

é tão evidente que o hábito de comer menos no

Ocidente é chamado dieta, no sanskrito chama-se

“Mitahara”,no “Dicionário de Sanskrito e Português”

diz:

“O hábito alimentar do Yogi na forma conhecida como

dieta. Encher o estômago até a metade com alimentos

puros. Mais um quarto do estômago com água pura, e

deixe o restante livre. Mitahara representa um papel

importante na vida do Yogin para a conservação de

uma saúde perfeita”.

Dicionário de Sanskrito Português, pág 246 – Autor Prof.

Orlando Alves, M.Phil.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s