Don't Worry Be Happy!!!

Esportes e Vegetarianismo

Atletas vegetarianos que se destacam

Na Universidade de Yale, o professor Irving Fisher projetou uma série de testes que comparavam a resistência e força dos onívoros e os vegetarianos. Ele selecionou homens de 3 grupos: atletas que comiam carne, atletas vegetarianos e vegetarianos sedentários. Fisher relatou os resultados no Yale Medical Journal. Esses resultados não parecem dar credibilidade ao preconceito popular de que a carne dá força.

"Dos 3 grupos comparados, os … que comiam carne demonstraram bem menor resistência do que os abstêmios (vegetarianos), menor até mesmo daqueles que levavam uma vida sedentária." A média de pontuação dos vegetarianos foi mais do que o dobro dos que comiam carne, mesmo a metade dos vegetarianos sendo sedentários, enquanto todos os onívoros eram atletas.

Um estudo similar foi conduzido pelo Dr. J. Ioteyko da Academia de Medicina de Paris. O Dr. Ioteyko comparou a resistência dos vegetarianos e onívoros com todos os estilos de vida em uma variedade de testes. Os vegetarianos atingiram uma média de resistência 2 a 3 vezes maior do que os que comiam carne. E ainda mais surpreendentemente, eles levaram 1/5 do tempo para se recuperar da exaustão, comparados aos que comiam carne.

Em todos os testes dessa natureza que já foram realizados nos últimos anos, os resultados têm sido similares. Um grupo de médicos na Bélgica compararam sistematicamente o número de vezes que vegetarianos e onívoros eram capazes de comprimir um medidor de força manual. Os vegetarianos foram vitoriosos com uma média de 69 vezes, enquanto os que comiam carne atingiram a média de apenas 38. E como em todos os outros estudos que mediram o tempo de recuperação dos músculos, os vegetarianos aqui se livraram da fadiga bem mais rapidamente do que os que comiam carne.

Esses resultados dos atletas vegetarianos são particularmente notáveis considerando-se a porcentagem relativamente pequena de participantes vegetarianos.

Atletas, afinal de contas, não estão imunes ao condicionamento cultural que prega que a carne dá resistência e força. Mesmo assim, alguns adotaram dietas vegetarianas e os resultados inspiram investigações.

Dave Scott, da Universidade da California Davis, é um triatleta reconhecido como o melhor do mundo. Ele venceu o lendário Triatlon Ironman no Hawaii por 4 vezes, inclusive durante 3 anos seguidos, e ninguém mais conseguiu vencer mais que uma vez. O evento consiste em provas seguidas de natação por 2,4 milhas no oceano, corrida de bicicleta por 112 milhas e, por último, uma maratona de 26,2 milhas,

Dave diz que a idéia de que as pessoas, e especialmente os atletas, precisam de proteína animal, é uma "falácia ridícula". Há muitas pessoas que consideram Dave Scott o homem com o melhor preparo físico de todos os tempos. Dave Scott é um vegetariano.

Eu não sei como alguém poderia determinar quem é o homem com o melhor preparo físico do mundo. Mas se não for Dave Scott, poderia bem ser Sixto Linares. Essa pessoa notável conta sobre uma época:  "em que eu me tornei vegetariano no colégio de segundo grau, meus pais se aborreceram muito por eu não comer carne … Depois de 14 anos, eles estão finalmente aceitando que isso é o melhor para mim. Eles sabem que não vou morrer por causa disso.’

Durante os 14 anos que os pais de Sixto relutantemente foram aceitando que sua dieta não o prejudicava, eles viram seu filho atingir o recorde mundial do triatlo mais longo, e demonstrar sua impressionante resistência, velocidade e força em benefício das entidades filantrópicas American Hearth Association, United Way, Special Children’s Charity, Leukemia Society of America e a Muscular Dystrophy Association. 

O preconceito contra o vegetarianismo, no entanto, estava tão enraizado que mesmo com o seu filho demonstrando a possibilidade de ser o homem com melhor preparo físico jamais visto, seus pais só aceitaram sua dieta com relutância. Sixto diz que ele primeiro experimentou por um tempo a dieta ovo-lacto-vegetariana (sem carne, mas alguns derivados de leite e ovos), mas agora não ingere nem ovos e nem derivados de leite e se sente ainda melhor.

E isso não parece enfraquecê-lo muito. Em junho de 1985, em um evento em benefício da Muscular Dystrophy Association, Sixto bateu o recorde mundial do triatlo de um dia nadando 4,8 milhas, pedalando por 185 milhas e então correndo por 52,4 milhas. 

E há o Edwin Moses. Nenhum homem na história do esporte jamais dominou um esporte como Edwin Moses dominou a corrida dos 400 metros com obstáculos. Esse medalhista de ouro olímpico passou 8 anos sem perder uma única corrida, e quando a Sports Illustrated concedeu-lhe o prêmio "Esportista do Ano de 1984", a revista publicou que "nenhum atleta de outro esporte consegue ser tão respeitado por seus colegas como o Moses no atletismo". Edwin Moses é um vegetariano.

Paavo Nurmi, o "Finlandês Voador", conseguiu 20 recordes mundiais em corrida à distância e ganhou 9 medalhas olímpicas. Ele é um vegetariano.

Bill Pickering da Inglaterra estabeleceu um recorde mundial nadando no canal que separa o país da França, mas a performance daquela ocasião foi pouco diante do fato de que com 48 anos, ele bateu um novo recorde mundial nadando no canal de Bristol. Bill Pickering é um vegetariano.

Murray Rose tinha apenas 17 anos quando ganhou 3 medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de 1956 em Melbourne, Australia. Quatro anos depois, nas Olimpíadas de 1960, ele se tornou o primeiro homem na história a reter seu título nos 400 metros e, mais tarde, ele bateu seus dois recordes mundiais anteriores nos 400 metros e nos 1500 metros. Considerado por muitos como o melhor nadador de todos os tempos, Rose é vegetariano desde os dois anos de idade.

Muitos não esperariam encontrar um vegetariano nos campeonatos mundiais de fisiculturismo. Mas Andreas Cahling, o fisicultor sueco que ganhou o Mister Mundo de 1980, é um vegetariano a mais de 10 anos, tempo em que competiu nos rankings internacionais mais altos. Uma revista publicou que suas "apresentações nas competições de Mr. Universo, e nos campeonatos mundiais de fisiculturismo, deu aos experts a impressão de que ele seria o próximo Arnold Schwarzenegger".

Um outro atleta que não é exatamente um fracote é o Stan Price. Ele detém o recorde mundial de "bench press" em sua classe de peso. Stan Price é um vegetariano. Roy Hilligan é outro rapaz que ninguém estaria disposto a provocar. Entre seus vários títulos está a coroa de Mister America. Roy Hilligan é um vegetariano.

      FONTE: Diet For A New America – John Robbins
      http://www.michaelbluejay.com/veg/books/dietamerica.html

 

http://www.vegetarianismo.com.br/sitio/index.php?option=com_content&task=view&id=547&Itemid=48

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s