Don't Worry Be Happy!!!

O REINO DO GADO – Vamos celebrar a destruição da AMAZÕNIA – TROQUE UMA ÁRVORE POR UM SUCULENTO PEDAÇO DE PICANHA….VIVA A INSANIDADE DOS TERRAQUEOS!!!

 
 
UMA NOVA FASE NA PECUARIZAÇÃO DA AMAZÔNIA BRASILEIRA.
 
UNI-VOS TERRAQUEOS E CELEBRAREMOS O TRISTE FIM DE NOSSA FLORESTA AMAZÔNICA REALIZANDO O RITUAL DIÁRIO DE SANGUE E MATANÇA!!!
 
ALIMENTAR O "POVO FAMINTO POR UM BIFE" É O LEMA DAQUELES QUE INVESTEM NA DESTRUIÇÃO, OU MELHOR, "ALIMENTEMOS OS FAMINTOS DO PRIMEIRO MUNDO", POIS CIVILIZADOS QUE SÃO NECESSITAM REALIZAR O RITUAL DIÁRIO DE MASTIGAR UMA ÁRVORE DA AMAZÔNIA, OPS….UM SUCULENTO BIFE DE PICANHA…
 
VIVA A MENTALIDADE DAQUELES QUE SÃO REGIDOS PELOS MAIS GROSSEIROS SENTIDOS DO PALADAR….
 
 
O Reino do Gado repercute no Brasil e no exterior, com consenso sobre o diagnóstico – 14/01/2008

Local: São Paulo – SP
Fonte: Amazonia.org.br
Link: http://www.amazonia.org.br

O relatório O Reino do Gado, lançado neste domingo por Amigos da Terra – Amazônia Brasileira, parece destinado a pautar um amplo debate público sobre a cadeia de atividades que acabam deslocando a pecuária para o Norte do país. Ao contrário do que normalmente acontece, o diagnóstico parece ser unanimidade entre todos os atores interessados, mesmo aqueles com interesses diametralmente opostos. Conforme apurou a Folha de São Paulo, que repercutiu com diferentes protagonistas locais, o próprio presidente da comissão da Amazônia da Confederação Nacional da Agricultura, o pecuarista paraense Carlos Xavier, ressalta que a pecuária está sendo "empurrada para cá" por uma "pressão muito forte", oriunda do aquecimento de outras atividades agrícolas. Já o prefeito de São Félix do Xingu, Denimar Rodrigues, admite abertamente que "sai muito mais barato desmatar que investir na recuperação do pasto", pois "ninguém respeita o limite". Na manhã de hoje, Amigos da Terra relatou ter recebido dezenas de e-mails de reação ao relatório, inclusive de grandes pecuaristas, todos concordando com a análise do relatório.
 
Menos consenso deve existir sobre as soluções e recomendações, pelo menos a partir dos fatos levantados pela Folha. O jornal verificou que a chegada de novos frigoríficos não substitui o mercado local, que paga preços irrisórios e consome carne em grande quantidade. Conforme defendido por Roberto Smeraldi, diretor de Amigos da Terra – Amazônia Brasileira, em entrevista àquele jornal, os dois mercados tendem a se complementar e conviver, aumentando o impacto da atividade.
 
Até o momento não houve comentários ou explicações por parte do governo em relação ao relatório e à reportagem da Folha, que apontou a falta de implementação das diretrizes do BASA no caso do Pará, conforme admitido pelo gerente do banco em São Félix do Xingu. Especialistas comentam, em e-mails enviados para a entidade, que as exigências do banco são implementadas de forma mais correta em estados como o Acre, enquanto no Pará, Mato Grosso e Rondônia faltaria o rigor necessário.
 
No exterior, o jornal The Independent, baseado em Londres, dedicou duas páginas de sua edição de domingo ao relatório. Neste caso, o destaque foi por conta do envolvimento do Banco Mundial no financiamento da expansão da pecuária na Amazônia. Em março de 2007, o IFC, braço do Banco Mundial para o setor privado, aprovou um empréstimo para diversos frigoríficos do grupos Bertin, sem estudar a maioria das áreas afetadas. O The Independent enxerga uma contradição entre a recente proposta do Banco Mundial durante a conferência do clima em Bali – visando criar um mercado da redução de emissões oriundas do desmatamento – e o financiamento da expansão da pecuária. Dois ex-funcionários do banco enviaram comentários para a entidade a respeito da reportagem do jornal inglês, alegando que as duas iniciativas podem ser compatíveis, embora de forma perversa, já que o aumento do desmatamento poderia contribuir para estimular o mercado da redução nas emissões.
 
Leia aqui o relatório na íntegra
 
 
 
 
Acompanhe a repercussão do relatório:
Folha de São – Com estímulo oficial, floresta vira capim
The Independent – World Bank pledges to save trees… then helps cut down Amazon forest
 

 

 
 

imprima esta notícia
envie por e-mail

 

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s