Don't Worry Be Happy!!!

Vamos rumo ao fundo do poço! – Total de endividados no país cresce 47% em dois anos, diz BC

 
 
Total de endividados no país cresce 47% em dois anos, diz BC

JULIANA ROCHA
da Folha de S.Paulo, em Brasília

O alongamento dos prazos de financiamento, principalmente de automóveis, não é a única preocupação do BC em torno das operações de crédito de pessoas físicas. O alerta está aceso também para o aumento do endividamento das famílias.

Junto com a expansão do crédito no país, que já chegou a R$ 1 trilhão, cresce o número de clientes de banco com dívidas altas. O Sistema de Informações de Crédito do BC, conhecido pela sigla SCR, mostra que, em fevereiro deste ano, 15,6 milhões de pessoas tinham dívidas acima de R$ 5.000.

Na comparação com dezembro de 2005, quando eram 10,6 milhões os clientes de bancos com dívida maior de R$ 5.000, houve um crescimento de 47,17%. Em relação a junho do ano passado, quando 13,5 milhões estavam nessa situação, houve uma alta de 15,6%.

Os dados do Banco Central mostram que a dívida das pessoas físicas com os bancos somava R$ 442,4 bilhões em fevereiro deste ano, dos quais R$ 146 bilhões (33%) tinham prazo de vencimento em até 180 dias e R$ 74,7 bilhões (16,8%) venciam em até 360 dias.

Além dos 15,6 milhões de pessoas com dívidas acima de R$ 5.000, o SCR registra, sem detalhamento por operação, todos os financiamentos. Hoje, o universo de clientes com alguma dívida, mesmo que pequena, é de 80 milhões.

Os bancos e financeiras têm acesso a essas informações. O sistema do BC serve não só para a autoridade monetária acompanhar o risco do sistema de crédito, mas também para os bancos avaliarem o risco da concessão de empréstimos para clientes que têm operações em outras instituições.

Na média, cada cliente tem três dívidas diferentes. Ou seja, além de financiar a casa e o carro, a maioria das pessoas com dívidas altas faz outra operação de crédito, como o consignado, um empréstimo pessoal ou o uso do cheque especial e do rotativo do cartão de crédito.

Segundo o chefe do Departamento de Monitoramento do Sistema Financeiro e de Gestão da Informação do Banco Central, Cornélio Pimentel, a entidade não faz cruzamento do tamanho da dívida das famílias com o rendimento familiar médio. Mas ele afirma acreditar que o orçamento familiar disponível para pagar financiamentos está próximo do limite.

Mesmo sem o cruzamento com o rendimento familiar, chama a atenção o crescimento de 30,4% nos últimos 12 meses até fevereiro do uso do rotativo do cartão de crédito, ou seja, quando o consumidor não paga o valor total da fatura no mês. Essa modalidade de dívida, que atingiu volume de R$ 15,9 bilhões entre pessoas físicas, aparece em segundo lugar na lista de financiamentos com maior taxa de crescimento no último ano. Os juros do cartão de crédito, com os do cheque especial, são apontados como os mais altos do mercado e são usados por pessoas que não têm mais como pagar as dívidas.

As operações listadas no SCR mostram que, nos últimos 12 meses até fevereiro, houve crescimento de 24,1% no volume de financiamento de automóveis e de 25% do crédito para a compra da casa própria. O crédito consignado aparece em primeiro lugar, com 31,9%, no ranking dos empréstimos que mais crescem. O volume de financiamentos consignados atingiu R$ 67,5 bilhões.

Pimentel afirma que 95% dos clientes cadastrados no SCR são adimplentes, ou seja, pagam em dia as suas obrigações. Mas é informação confidencial no Banco Central o risco apresentado pelos clientes em cada faixa de endividamento.

Leia mais

Livraria da Folha

Especial

retirado de http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u414905.shtml

Uma resposta

  1. Alma

    Amigo é…Aquela pessoa que o tempo não apaga,Que a distância não esquece,Que a maldade não destrói.É um sentimento que vem de longe,Que ganha lugar no seu coração,E você não substitui por nada.É alguém que você sente presente,Mesmo quando está longe…Que vem para o seu lado quando você está sozinhoE nunca nega um sentimento sincero.Ser amigo não é coisa de um dia.São atos, palavras e atitudes que se solidificamNo tempo e não apagam mais.Que ficam para sempre como tudo que é feitoCom o coração aberto.

    junho 23, 2008 às 9:21 pm

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s