Don't Worry Be Happy!!!

Cavando cada vez mais fundo!

Cavando cada vez mais fundo!

Penetrar nas profundezas da mente é uma tarefa dolorosa muitas vezes.

Acessamos informações que desagradam o EGO, e, nos mostram o lado negro de nossa personalidade.

Hoje chorei por perceber o quanto esse lado negro está presente no meu cotidiano, mesmo inconsciente.

Tive consciência da presença marcante do meu EGO em minhas escolhas, ações, sentimentos, entre outros.

Como um urubu a espreita de carniça, o EGO está sempre de prontidão para abocanhar algo de seu gosto.

Quantas atitudes irrefletidas que realizamos em nosso dia-a-dia, quantos equívocos!

No fundo percebi que esse tempo todo tenho atraído pessoas na mesma vibração, pois a lei da atração é inexorável.

Poucos são os momentos nos quais estamos em outra freqüência, e o pior, sempre repetindo os padrões.

Na maioria das vezes descartamos a possibilidade de realizarmos algo que transcenda nosso EGO.

Pois, isso implicaria em olhar para os outros e não apenas para o meu umbigo.

Passei a vida olhando para os dois, os outros, e o umbigo, mas na maioria das vezes escolhi pelo umbigo.

Dessa forma, minha alteridade tem sido na verdade algo condicional, pois do contrario não repetiria os equívocos.

Quantas pessoas passam por nossas vidas e não damos a mínima atenção, ou até menosprezamos.

Como se fossemos o “rei da cocada preta”, quanta ilusão, quanto desperdício!

A liberdade de escolha é mal utilizada e confundimos liberdade com libertinagem.

Liberdade é uma palavra surrada, possui tantos significados que hoje se encontra esvaziada.

Para a maioria das pessoas representa apenas opções de escolha, e, dessa forma, o EGO impera.

O pior são aqueles que fazem caridade achando que não são egoístas, outra ilusão.

Pois, pode não passar de mais uma artimanha do EGO para encobrir suas sujeiras.

Ou melhor, ser altruísta pode representar um egoísmo potencializado.

Simplesmente para satisfazer o EGO que é infinito nas suas produções de desejos.

Hoje o discurso também é vazio, pois muitos pregam o altruísmo, mas quero ver quem abre mão do conforto pelo outro.

Ou, talvez coloque um estranho em casa para dividir o conforto do sofá num dia de frio como hoje.

As pessoas estão preocupadas com suas mesquinharias cotidianas.

Como dizia o poeta Cazuza “remoendo pequenos problemas”!

Abrir as catacumbas da mente pode causar mau cheiro e desagrado.

Mas, representa a possibilidade se superação dessa condição limitada e limitante.

Prefiro sentir momentaneamente esse mau cheiro produzido por mim mesmo a que viver uma vida alienada.

No fundo o que persiste em mim é uma felicidade suprema.

Indo cada vez mais fundo, retiro as cascas, crostas que ocultam o verdadeiro Ser.

Como quando descascamos uma cebola, podemos chegar ao cerne, ao miolo, ao núcleo de onde tudo se origina.

Além disso, quando digeridos, os dejetos interiores vão se transformando em adubo.

Servindo para alimentar e nutrir o jardim existente dentro de nós.

Tudo nessa vida tem os dois lados, e ambos são inter-relacionados e complementares, portanto transforme-se.

Om Namah Shivaia!

2 Respostas

  1. Elisabete

    Parabéns pelo texto! Boa escolha!!! Quem dera parássemos um só minuto por dia para analisar o nosso ego! Com certeza seríamos pessoas melhores!

    junho 2, 2009 às 7:40 pm

  2. TAMARA

    ego… dificil falar delle, principalemte quando ele é tão persistente em nossas decisões….

    junho 3, 2009 às 10:03 pm

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s