Don't Worry Be Happy!!!

Percepções sobre meus sentidos, minha mente, o Ser!

Percepções sobre meus sentidos, minha mente, o Ser!

O êxtase toma conta de mim, pois mergulhado em mim mesmo compreendo e adoro minha existência.

A percepção dos sentidos como abertura para o mundo das experimentações, ambiguidades.

A mente como manifestação das dualidades, opostos que se complementam.

O Ser como infinitas possibilidades de manifestação, AMOR, DEUS!

No fundo contemplo toda a existência como uma trajetória percorrida, na qual os acontecimentos ganham vida.

A felicidade é algo que cada vez mais se torna permanente, duradoura, independente dos acontecimentos.

Pois o que está acima de tudo é uma percepção de que a existência é uma manifestação divina, portanto inaudita.

O que reside na mente são conteúdos que representam o viver na sua plenitude, nem bom, nem ruim, mas os dois.

Portanto, é possível mesmo numa manifestação dual se situar não mais em uma das polaridades, mas sim na Integração de ambas.

Nessa condição posso dizer que algo transformador acontece.

Cada vez mais minhas impressões, imaginações e outras possibilidades mentais transcendem limitações de todos os tipos.

A fórmula para isso acontecer tem sido orar e meditar, são meus remédios.

Realizar essas práticas todos os dias tem transformado minha existência.

De certa forma, os conteúdos negativos, o rancor, a ira, o apego e outros sofrimentos se diluem com tranquilidade.

Sem ficar remoendo “pequenos problemas” tudo se desfaz, se transforma rapidamente.

Em certos momentos é tão rápido que me assusto quando percebo o movimento de transformação.

Para mim é marcante como as pessoas com quem nos relacionamos permitem possibilidades para essas transformações.

Observando o outro, percebo a mim mesmo, pois há uma interconexão.

Sou grato pelas pessoas com quem convivo e já convivi, pois são fundamentais nesse movimento de transformações.

Sei que muitos me vêem como um estranho, pois minha personalidade nunca se define ou vive se redefinindo.

E no mundo no qual as percepções e as mentalidades estão cristalizadas isso se torna algo incompreensível.

E mesmo sendo esquisito, estranho, sinto uma alegria por ser “querido” e isso é um presente!

Paradoxos inexplicáveis!

Talvez essa personalidade mutável, inquieta atraia os que procuram romper com suas máscaras, prisões.

Mas acima de todas as mutações reside o primordial, o Ser na sua essência.

E cada vez mais me aproximo dessa essência, e vivencio o AMOR, DEUS, DEUSA.

Pois ela reside em mim, meu corpo, minha personalidade, minha mente, meus sentidos são o veículo para sua manifestação.

A divindade habita em cada um de nós, retire as cascas e encontrará o cerne, o primordial, AMOR, DEUS, DEUSA!

Om Namah Shivaia!

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s