Don't Worry Be Happy!!!

Percepções!!!

Percepções!!!

Possuem múltiplas inter-relações, ora
internamente, ora externamente.

Se relacionam a algo que concebemos sobre
nós mesmos, ou sobre algo que dizemos estar fora de nós.

Inevitavelmente sempre se originando
interiormente, subjetivamente.

Interno ou externo são dualidades que se
manifestam compulsivamente.

Perceber a mim mesmo, internamente, é um
exercício de auto-conhecimento.

Perceber o que concebo como externo a
mim, também é um exercício de auto-conhecimento.

Diz respeito a como construo a
realidade, o mundo, o universo, a mim mesmo, o ser.

Infinitas possibilidades reduzidas ao
que “consigo” perceber.

Pois utilizo diversos filtros, e isso é
limitado e limitante.

Impossível apreender a realidade como um
todo, insondável pela percepção.

Estando limitadas pelos órgãos do
sentido, as percepções se organizam em função dos interesses do Ego.

No fundo, mecanismos auto-ilusórios nos
quais concebemos a nós mesmos e o que manifestamos, externalizamos.

Ilusórios no sentido da totalidade, pois
perceber é sempre perceber algo, relatividade.

É conceber, definir, dar forma, construir
estruturas.

A percepção é incapaz de perceber o que
está além dela mesma.

Isto é “perceptível” não por meio dos
sentidos, mas pela introspecção, meditação.

Contemplando, observando como construímos
as percepções podemos compreender suas múltiplas inter-relações.

Realizando a meditação podemos ir além
das percepções sensoriais, adentramos em outras dimensões do Ser.

Dimensões nas quais o interno e o
externo se fundem, tornando-se unicidade.

Portanto, mas vale manter-se aberto às
percepções do que fechado, isolado nos conceitos ou aprioris.

Isso se torna um movimento de
auto-descontrução, rompendo com as estruturas, com as cascas que nos isolam.

Se permitir, e ir além da “zona de
conforto”, uma aventura rumo ao desconhecido.

Mas vale se aventurar possibilitando um crescimento
do que a ignorância e a estagnação.

"Sábio
é aquele que conhece os limites da própria ignorância." Sócrates…

Om Gam
Ganapataye Namaha!

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s