Don't Worry Be Happy!!!

Violência, estupidez e a insensatez humana!

Cada momento vivido é uma busca por superação.

Superação daquilo que está posto, sendo dominante nos comportamentos expressados por mim.

Contemplando a mim mesmo percebendo o quanto sou insensato em certas condições.

Cada vez que observo no outro um comportamento desse tipo, encontro um correspondente em mim.

Olhando para trás poderia escrever um livro imenso sobre toda estupidez emanada por mim.

Violências de todos os tipos, sejam elas físicas ou simbólicas, pois os condicionamentos se enraizam em todos nós.

Irrefletidamente “vomitamos” aquilo que consideramos certo, verdadeiro, nosso mundo interior.

Certamente que se nos atentássemos para aquilo que estamos expressando poderíamos escolher outros caminhos.

Caminhos menos dolorosos, apreciaríamos a compaixão como uma meta e não simplesmente como um jargão.

Olharíamos para si mesmos e para os outros com uma atitude de abertura e receptividade.

Muito além dos julgamentos que constantemente nos limitam, nos escravizam.

Confesso que brincar com as palavras e redigir este texto é uma forma de compartilhar minhas inquietações.

E sei que muitos leitores irão se identificar com essas palavras e comportamentos.

Bem como uma profunda necessidade de se transformar, renovar, renascer.

Construir aceitações sobre si mesmo e os outros, árduo exercício cotidiano.

Ter como meta compreender aquilo que está nas entranhas, o que está regendo nossas escolhas.

Sejam elas irrefletidas ou não, pois assim podemos pelo menos conhecer nossas motivações.

Motivações que na maioria das vezes são efêmeras e supérfluas, coisas do Ego.

O melhor de tudo é “confessar” para o mundo os nossos mais absurdos segredos.

Assim, pelo menos dissipo essa energia que desejo não mais retesar.

Dessa forma busco criar novas possibilidades de expressões nas quais sou mais pacífico e menos violento.

Em certos momentos a energia contida se transforma numa arma que acaba ferindo.

Portanto para evitar ferimentos mais profundos tenho aprendido a lidar com essa energia.

Cada dia aprendo uma lição, e cada momento é uma oportunidade de superação.

O desafio é manter-se alerta para evitar a alienação e conseguir realizar escolhas adequadas.

No dia-a-dia aprendo que viver é uma lição constante em busca de harmonia, paz e amor.

Agradeço de coração todos aqueles que compartilham comigo essa viagem.

Om Gam Ganapataye Namaha!

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s